Expresso Guanabara paralisa operação da linha Natal / Belém após interdição da BR 316

Por UNIBUS RN
Foto: Andreivny Ferreira (UNIBUS RN)

A Expresso Guanabara, empresa de ônibus cearense com atuação em linhas interestaduais nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, anunciou em suas redes sociais a paralisação da circulação de suas linhas de ônibus com chegada ou saída de Belém, capital do Pará, após fortes chuvas impossibilitarem a circulação de seus ônibus no trecho paraense da BR 316. Com a medida, foi suspensa temporariamente a operação da linha que liga Belém a Natal.

De acordo com nota publicada pela empresa em suas redes sociais, as operações da Guanabara em Belém estão temporariamente suspensas após fortes chuvas danificarem trechos da BR 316 entre as cidades de Capanema e Santa Luzia do Pará. A nota não informa algum prazo para a retomada da circulação de veículos na rodovia, mas a empresa se compromete a retomar suas atividades tão logo o trecho seja liberado.

Com a interdição da BR 316 e a paralisação de suas operações em Belém, a Expresso Guanabara suspendeu a circulação da linha Natal / Belém. O trajeto, que possui duas saídas diárias de cada sentido, não está disponível para venda de passagens no site da empresa.

Ainda de acordo com a Expresso Guanabara, seu serviço de atendimento ao cliente está disponível para dar suporte ao passageiro que possui passagem com origem ou destino à Belém nos próximos dias. “A Guanabara orienta que os clientes com passagens compradas para o destino, ou com partida da capital paraense, procurem o SAC para obter informações sobre como proceder”, diz a nota.

Sobre a interdição, o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) informou, através de nota em seu site, que a interdição ocorreu em dois pontos da rodovia, por motivos diferentes: Em um dos locais, foi registrada erosão em um bueiro; já em outro, a estrutura de uma ponte que passa sobre o Rio Caeté foi danificada. “A Autarquia está mobilizada para retomar a trafegabilidade no trecho: suas equipes realizam serviços de recomposição do encabeçamento da ponte”, diz o departamento, na nota.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.